Carne de cordeiro na mesa do Brasileiro

Não é um exercício fácil determinar o consumo de carne ovina no Brasil. As informações são esparsas, esporádicas e muitas vezes pouco confiáveis. Porém, com o crescimento da importância da carne ovina na mesa do bra

Fonte:emporiosanmartin.com.br
Fonte:emporiosanmartin.com.br

sileiro, a cadeia agroindustrial se depara cada vez mais com a necessidade de informações a respeito do tamanho efetivo deste mercado. A produção de carne ovina é uma atividade nova, afinal os rebanhos eram destinados principalmente à produção de lã até 15 anos atrás.

Vários estudos conduzidos no Brasil trazem estimativas sobre o consumo per capita em cidades brasileiras. Assim, calcula-se um consumo per capita de 0,59 kg por ano em Fortaleza (CE). Em Natal (RN) estima-se que o consumo per capita anual chegue a 0,43 kg e no Distrito Federal, 0,46 kg. Foi encontrado um consumo per capita anual de 0,61 kg em Juazeiro (BA) e de 0,87 kg em Petrolina (PE). Também se calcula o consumo de carne ovina no Rio Grande do Sul em 2,9 kg por habitante por ano.

Uma das dificuldades para precisar o consumo de carne ovina no Brasil, é  o elevado nível de autoconsumo nas propriedades rurais. Mas estima-se entre 0,6 e 1 kg por habitante por ano o consumo brasileiro de carne ovina, com algumas variações regionais.

Assumindo-se o valor mais baixo demonstrado acima, pode-se estimar um consumo brasileiro de cerca de 112 mil toneladas para uma população de 186 milhões de habitantes. Diversos estudos mostram que o tamanho médio da carcaça de ovino no Brasil é de 14 kg. Então, o consumo de carne ovina no Brasil equivale às carcaças de aproximadamente 8 milhões de cabeças. Nesse sentido, a importação do Uruguai equivale a cerca de 514 mil cabeças.

Assim, o abate nacional deveria chegar a 7,486 milhões de cabeças, ou 46,7% do rebanho total. Este valor está próximo do que a FAO mostra que vem sendo observado nos mercado mundial, onde o abate chegou a 489,1 milhões de cabeças em 2002, significando 47,3% do rebanho total.

O que parece claro é que a oferta de carne ovina no Brasil é menor do que a capacidade de consumo, que deverá subir com o uso eficiente de ações de publicidade e propaganda, adoção de embalagens adequadas e oferta de produtos de qualidade, com foco na carne de cordeiro.

Sobre Ingridy Dutra

Ingridy Dutra
Graduando em Zootecnia - UESB Itapetinga, 19 anos. Bolsista de iniciação FAPESB. Católica Apostólica Romana, devota de Nossa Senhora Aparecida.

Veja Tambem!

Vantagens de realizar cruzamento

Na última década, o cruzamento industrial de bovinos tornou-se uma importante ferramenta estratégica para implementar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by moviekillers.com