Os cornos em bubalinos

No Brasil, há quatro raças reconhecidas de bubalinos pela Associação Brasileira de Criadores de Búfalos: Murrah, Jafarabadi, Mediterrâneo e Carabao. Elas se diferenciam entre si justamente pelo formato dos cornos, sendo praticamente inexistente, a presença de animais mochos. Fischer e Richards (1965) reportaram um caso de uma fêmea Carabao mocha, filha de um búfala com cornos disformes. Muito provavelmente sendo ação de uma mutação esporádica que afeta o fenótipo em questão como relatado por Capitain et al (2012) em bovinos da raça Charolês.  Fischer e Richards (1965) relataram ainda a dificuldade em encontrar bubalinos mochos no sudeste asiático.

A descrição da forma dos cornos em bubalinos apresenta-se como:

Murrah: cornos espiralados a partir da base, primeiro se orientam para os lados depois completam o espiral para trás.

Mediterrâneo: cornos medianos deslocados pata trás e para os lados com as pontas viradas para cima e para dentro formando uma meia lua.

Jafarabadi: cornos pesados e largos para baixo que nos extremos viram-se para trás.

Carabao: cornos longos, grandes e fortes, de seção triangular, emergindo lateralmente da cabeça e dirigindo-se em posição horizontal ar afora e depois para trás e para cima (Zava, 1946).

Não há relato na literatura científica descrevendo o(s) gene(s) responsável(eis) por condicionar o formato dos cornos em bubalinos, cabendo a pesquisadores tentar elucida-los.

Referências

Associação Brasileira dos Criadores de Búfalos – http://www.bufalo.com.br/abcb.html

Fisher e Richards (1965). A polled water buffalo. Zeitschrift für Tierzüchtung und Züchtungsbiologie 81(1-4), pp. 355-357

Capitan et al. (2012) A 3.7 Mb deletion encompassing ZEB2 causes a novel polled and multisystemic syndrome in the progeny of a somatic mosaic bull. PLOS ONE 7: e49084.

Zava (1946) Produção de búfalos, 256 p

 

Sobre Gregório Miguel Ferreira de Camargo

Zootecnista, doutor em Genética e Melhoramento Animal, professor adjunto do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Salvador-BA. Contato: gregorio.camargo@ufba.br

Veja Tambem!

Aspectos genéticos da presença/ausência de cornos em bovinos

Introdução Na vida selvagem, a presença de cornos é de fundamental importância. Animais aspados (com …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by moviekillers.com